quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Cosmética: Estudo com DMAE e os resultados positivos na estética.

Alguns estudos apresentados no Meeting da Academia Americana de Dermatologia demonstraram que o Dimetilaminoetanol, conhecido com DMAE, exerce efeito positivo no combate à flacidez e na melhoria do aspecto da pele, apresentando resultados imediatos e a longo prazo.



Os bons resultados estariam relacionados com a diminuição de rugas finas e um efeito "lifting" na pele da face, além de deixá-la mais macia e de reduzir a severidade das rugas ao redor dos olhos.


Segundo alguns trabalhos apresentados, a melhora pode ser percebida em 30 a 60 minutos após a aplicação do produto, provocando o chamado efeito "Cinderela" (desaparece após a remoção do mesmo). Com o uso continuado do tratamento cosmético, aliado a massagens localizadas, os resultados tornam-se duradouros, dando firmeza à pele e melhorando aspectos do envelhecimento cutâneo.


Os resultados são mais perceptíveis com cerca de 3 meses de uso, quando foram percebidas melhoras significativas na flacidez da região das sobrancelhas, rugosidade da pele, flacidez da região dos olhos e das pálpebras. Houve, também, melhora na elasticidade e firmeza da pele do rosto e do pescoço.


Em outro estudo, com 4 meses de duração, houve melhora significativa das linhas da região da testa, em comparação com um grupo que usou apenas o placebo (creme sem o princípio ativo). Este efeito persistiu por 2 semanas após a interrupção do tratamento.


Sobre o DMAE:


Neste momento, o tratamento antienvelhecimento facial está passando por uma revolução. Durante o 60º Encontro da Academia Americana de Dermatologia, o DMAE (dimetilaminoetanol) foi apresentado como um ativo que exerce efeito positivo no combate à flacidez e na melhoria geral no aspecto da pele, com efeitos imediatos e em longo prazo. Os bons resultados estariam relacionados com a diminuição das rugas finas e um efeito "lifting" na pele da face, além de deixá-la mais macia e reduzir a severidade das rugas ao redor dos olhos.


Essa substância pode ser encontrada naturalmente em peixes, como salmão, sardinha ou anchova e historicamente foi utilizada em neurologia, há mais de 50 anos, para tratar casos de depressão leve, de dificuldade de concentração e hiperatividade. Durante esses tratamentos, foi observado que os pacientes, ao ingerirem comprimidos de DMAE, tinham uma contração excessiva dos músculos do pescoço. Esse foi o ponto de partida para a o uso do DMAE na dermatologia.


O rejuvenescimento instantâneo, sem a necessidade de cirurgias ou procedimentos especiais (pelo menos em alguns casos) vem causando grande alvoroço junto à comunidade internacional. "DMAE firma a pele quase instantaneamente e oferece resultados duráveis com seu uso constante", afirma o Dr. Nicholas Perricone (Yale University School of Medicine), autor do livro "O fim das Rugas" e um dos primeiros a utilizar topicamente esse ativo.


De acordo com os trabalhos apresentados na Academia Americana de Dermatologia, a melhora pode ser percebida em poucos dias de uso do produto, provocando o chamado "Efeito Cinderela" com uma duração de aproximadamente 24 horas; com o uso continuado, os resultados tornam-se duradouros, dando firmeza à pele e melhorando os aspectos gerais do envelhecimento cutâneo. Os resultados são mais perceptíveis com cerca de 12 semanas de uso, período no qual se observaram melhoras significativas na flacidez da região das sobrancelhas, rugosidade da pele, flacidez na região dos olhos e pálpebras, assim como uma melhora na elasticidade e firmeza da pele do rosto e pescoço.


DMAE e os radicais livres:


Ao contrário dos anti-oxidantes convencionais o DMAE é um estabilizador anti-oxidante da membrana. Devido sua estrutura especial, o DMAE realmente se espalha, tornado-se parte da membrana plasmática da célula. Quando isso ocorre, a membrana celular torna-se mais resistente ao estresse causado pelos radicais livres. Portanto o DMAE nos protege contra os ataques dos radicais livres que são principais causadores de vários problemas de saúde.


DMAE e o cérebro:


O DMAE aumenta a quantidade de substâncias químicas no sistema nervoso central que nos ajudam a raciocinar com clareza.


Porque devemos usar o DMAE?


O DMAE é um dos nutrientes que tem provado a cada estudo ter influência em grandes aspectos de nossa saúde pele, cabelo, cérebro, combate aos radicais livres e etc. Com todos esses benefícios associado há ingestão deste nutriente, nos os seres Humanos não podemos de deixá-lo fora de nossa dieta. Na verdade já ingerimos de DMAE há muito tempo, porém o mesmo só é encontrado mais em fontes alimentares não muito convencionais e ingerirmos todos os dias em pequenas quantidades.


Estes trabalhos demonstram que o produto pode ser mais um aliado no combate ao envelhecimento cutâneo, mas estudos mais detalhados, com um maior número de pacientes e a longo prazo devem ser realizados para a confirmação destes resultados inicialmente animadores.

Um comentário:

  1. Cílios e sobrancelhas curtos ou frágeis – Alternativa aos cílios postiços

    Conheço a linha Ecrinal da França, sofisticada e especializada na nutrição e crescimento dos cílios e sobrancelhas fragilizadas e deterioradas através de uma ação direta no bulbo ciliar, local de formação dos cílios e sobrancelhas. E bastante interessante.

    A empresa e líder de mercado na França e os produtos são também prescritos por dermatologistas.

    Tem ate rimel nutritivo e engrossador de cílios para uso de dia enquanto voce se trata.
    O resultado e simplesmente glamouroso como a origem do produto, produzido em Mônaco, na Rivieira Francesa .
    Consulte os sites ( são sites técnicos e não de venda ) para poder analisar o seu caso adequadamente:
    www.ecrinal.com ( francês e Inglês )
    www.asepta.com ( da França )
    www.asepta.com.br ( no Brasil )

    ResponderExcluir